' tickercontent[1]='18:06 - Polícia dos EUA prende ‘Coringa’ que ameaçava atacar seu local de trabalho' tickercontent[2]='15:16 - Em bilhete, suspeito de matar mulher diz que traição motivaria ‘tragédia’' tickercontent[3]='16:53 - CJ Tronic em Breve com Filial em Timon' tickercontent[4]='09:42 - HOJE: estréia da quinta de dentro' tickercontent[5]='08:45 - Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 33 milhões'
Plantão Hoje:
    Blog do Edmundo

Faculdade de Timon, IESM será punida pelo MEC por desempenho ruim

Duas faculdades do MA são punidas pelo MEC por resultado insatisfatório

POR OSWALDO VIVIANI

Duas universidades do Maranhão estão entre as 70 instituições de ensino que serão punidas por apresentarem resultado insatisfatório na última avaliação nacional do MEC (Ministério da Educação). A relação foi divulgada hoje (22). A Faculdade do Vale do Itapecuru (FAI), de Caxias, e o Instituto de Ensino Superior Múltiplo (IESM), de Timon, obtiveram Índice Geral de Cursos (IGC) de 1,31 e 1,35, respectivamente.

São Paulo foi o estado com maior número de instituições que apresentaram IGC insatisfatório, com onze casos (mas é também o estado com o maior número de entidade de ensino superior). A relação completa foi divulgada no Diário Oficial da União.

No total, o processo de supervisão vai ser aplicado a uma universidade, sete centros universitários, duas instituições de ensino a distância e 60 faculdades.

O Índice Geral de Cursos (IGC), que foi divulgado na semana passada, é usado pelo MEC para avaliar o desempenho das instituições de ensino, levando em conta a nota dos alunos no Enade e também outros critérios, como a titulação dos professores e a estrutura das universidades e centros universitários. A avaliação vai de 1 a 5, sendo os mais próximos da maior os centros universitários melhor qualificados.

Como punição, as instituições listadas pelo MEC terão limitada a quantidade de novos estudantes e perderão a autonomia para abrir novos cursos e vagas (no caso de universidades, centros universitários e entidades de ensino a distância).

Todas também passarão pelo chamado processo de supervisão, que inclui uma espécie de auditoria na instituição, visitas de técnicos do MEC para tentar sanar as deficiências. (Com portais)

Sobre o autor

lucastefano escreveu 6682 notícias.

Comente

(Obrigatório)
(Obrigatório, Não será publicado)